Menino morreu depois de ficar preso em buraco de 6 metros de profundidade. (Foto: Reprodução / Redes sociais)

Uma criança de oito anos de idade morreu após passar mais de 17 horas presa em um buraco de cerca de seis metros de profundidade, na cidade mineira de Carmo do Paranaíba, a cerca de 260 quilômetros de Uberlândia (MG).

Segundo o Corpo de Bombeiros de Minas Gerais, o menino Pedro Augusto Ferreira Alves chegou a ser socorrido com vida e recebeu os primeiros socorros no próprio local do resgate, mas não resistiu e faleceu pouco após chegar à Unidade de Pronto Atendimento (UPA) local.

“No momento em que retiramos o garoto, havia um rebaixamento do nível de consciência e parada cardiorrespiratória. Estávamos com uma equipe médica de prontidão, uma ambulância, que o levou para estabilização inicial na UPA. Infelizmente, ele veio a óbito”, informou o comandante da operação de salvamento, o tenente-coronel Thiago Lacerda Duarte.

Segundo informações preliminares, Pedro Augusto brincava com outras crianças quando, na tarde deste domingo, caiu no buraco de uma obra em um antigo aterro próximo a sua casa. Ainda ontem, os bombeiros tentaram içá-lo, mas sem sucesso, pois havia risco de um deslizamento de terra soterrá-lo. Os bombeiros não informaram se o local estava sinalizado e cercado.

Deixe um comentário

Esta é uma área exclusiva para membros da comunidade

Faça login para interagir ou crie agora gratuitamente sua conta e faça parte.

Assine nossa newsletter

Receba as notícias do R15 diretamente em seu e-mail.

VOCÊ PODE GOSTAR

Passageira sobrevive a capotamento, sai do carro e morre atropelada na BR-116

Vítima foi atingida por um veículo que transitava pela rodovia.

Pizzaria recebe PIX falso e entrega refrigerante e pizza ‘falsos’ 

Pela segunda vez, homem tentava aplicar o mesmo golpe em outro estabelecimento.

Família abre caixão e encontra serragem no lugar do corpo de bebê

A pequena Helena morreu enquanto ainda estava na barriga da mãe.

Homem tenta ‘pegar carona’ em cauda de helicóptero da PM e quase causa tragédia em SC

Homem se feriu, foi socorrido e depois autuado por expor ao perigo a saúde e integridade das pessoas à volta.