© Marcelo Camargo/Agência Brasil
Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

A Petrobras reduz, a partir de amanhã (29), o preço médio de venda de gasolina para as distribuidoras de R$ 3,86 para R$ 3,71 por litro. A queda é de R$ 0,15 por litro. A medida foi anunciada hoje, quinta-feira, dia 28 de julho, pela empresa.

Com isso, considerando a mistura obrigatória de 73% de gasolina A e 27% de etanol anidro para a composição do combustível comercializado nos postos, a parcela da Petrobras no preço ao consumidor cairá de R$ 2,81, em média, para R$ 2,70 a cada litro vendido na bomba.

Segundo a companhia, a redução acompanha a evolução dos preços de referência, que se estabilizaram em patamar inferior para a gasolina. Além disso, acrescenta a empresa, a medida “é coerente com a prática de preços da Petrobras, que busca o equilíbrio de seus preços com o mercado global, mas sem o repasse para os preços internos da volatilidade conjuntural das cotações internacionais e da taxa de câmbio”.

Informações referentes à formação e composição dos preços de combustíveis ao consumidor obtidas no site da Petrobras. De acordo com a companhia, o objetivo é “contribuir para a transparência de preços e melhor compreensão da sociedade”.

Com informações da Agência Brasil

Deixe um comentário

Esta é uma área exclusiva para membros da comunidade

Faça login para interagir ou crie agora gratuitamente sua conta e faça parte.

Assine nossa newsletter

Receba as notícias do R15 diretamente em seu e-mail.

VOCÊ PODE GOSTAR

Receita paga 3º lote de restituição nesta sexta-feira; veja se você está no grupo

O lote contempla também restituições residuais de exercícios anteriores, segundo a Receita.

IBGE lança novo concurso com 15 mil vagas para recenseador

Gratuitas, as inscrições devem ser feitas até segunda-feira, dia 1º de agosto.

Energisa finaliza campanha para negociação de dívidas nesta quarta

Companhia está oferecendo parcelamento em até 24 vezes.

Diesel fica mais barato nas refinarias a partir desta sexta

Litro vendido às distribuidoras terá redução de 3,57%.