Revólver usado no crime foi apreendido pela polícia — Foto: Polícia Civil
Revólver usado no crime foi apreendido pela polícia — Foto: Polícia Civil

Uma mulher, de 54 anos, foi vítima de tentativa de feminicídio, na manhã deste sábado dia 06 de agosto, em Rancharia (SP). Ela foi atingida por três disparos de arma de fogo efetuados pelo próprio namorado, de 59 anos, que se matou após o fato.

Segundo a Polícia Civil, o casal teria se desentendido e o homem atirou contra a vítima. A mulher foi socorrida para a Santa Casa da cidade, onde permaneceu internada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Ela deve ser transferida para um hospital de Presidente Prudente.

Depois de atirar contra a companheira, o homem se matou com um tiro. Ele chegou a ser socorrido, mas não resistiu.

Um inquérito policial foi instaurado para melhor apuração dos fatos e motivações.

‘Se não ficar comigo, não fica com mais ninguém’

Em primeiro chamado, estiveram no local a Guarda Municipal e a Polícia Militar, que acionaram socorro e a Polícia Civil. Já os peritos apreenderam no local a arma de fogo utilizada, um coldre, sete munições no coldre e duas munições no tambor do revólver, bem como quatro no estojo e um projétil.

Após liberação do local pela equipe pericial, foram realizadas buscas na casa e outra arma de fogo, do tipo espingarda caseira, foi encontrada escondida em cima do forro da residência. Ela foi apreendida.

Equipes policiais também estiveram no Hospital Municipal de Rancharia e constataram que a vítima está internada na UTI, porém lúcida.

Conforme o boletim de ocorrência, a equipe médica contou à polícia que a vítima relatou aos profissionais da saúde que o autor subiu em cima dela enquanto estava deitada na cama e efetuou três disparos, sendo os três na cabeça. Na sequência, o homem disparou contra ele mesmo.

Ainda conforme informações do boletim de ocorrência, a vítima relatou aos profissionais de saúde que o motivo do crime seria uma tentativa de relação sexual quando o namorado acordou para trabalhar.

Inconformado com a tentativa frustrada, o homem pegou a arma de fogo e disse à vítima que se não ficasse com ele, ela também não ficaria com ninguém, e efetuou os disparos.

Em uma breve conversa com a polícia, a vítima disse aos policiais, “com extrema dificuldade”, que o autor proferiu as seguintes palavras antes de alvejá-la: “Se não ficar comigo, você não fica com ninguém”.

Ainda no hospital, a filha da vítima contou aos policiais que a mãe namorava há cinco meses com o autor e que nunca ouviu queixas de violência no âmbito doméstico. Disse também que após ser alvejada, a mãe ligou para uma prima pedindo por socorro.

O prontuário médico, segundo o registro da ocorrência, aponta que um dos disparos atingiu a região frontal direita – com orifício de entrada e saída –, o segundo ficou alojado na região cervical posterior e o terceiro alojado entre outras duas vértebras.

Deixe um comentário

Esta é uma área exclusiva para membros da comunidade

Faça login para interagir ou crie agora gratuitamente sua conta e faça parte.

Assine nossa newsletter

Receba as notícias do R15 diretamente em seu e-mail.

VOCÊ PODE GOSTAR

Homem é detido suspeito de assassinar namorado e atear fogo no carro com o corpo dentro

Vítima, Marcelo Campos, estava desaparecido desde quarta(Foto: Reprodução)

Moradora de Tarumã ganha R$ 30 mil no Hiper Saúde Bauru

Moradora de Assis, foi a premiada da 28ª rodada e também garantiu R$ 3 mil.

Ônibus que saiu de Assis com destino ao Paraguai se envolve em grave acidente

Um gravíssimo acidente na madrugada deste sábado, dia 06 de agosto, na…

Vídeo mostra as consequências do acidente envolvendo ônibus de Assis

Uma pessoa morreu e outras 24 ficaram feridas com a colisão frontal entre os veículos.